sexta-feira

2014 60 anos Centro Chado Urasenke na America Latina

Jubileu de Diamante da Difusao do Urasenke com a presenca do Daisosho do Japao.

Dias 29, 30 e 31 agosto de 2014 serao comemorados 60 anos de Divulgacao da Cerimonia do Cha na America Latina e Central - Jubileu de Diamante da Difusao do Urasenke com a presenca do Daisosho do Japao.

Virao delegacoes de diversos paises, entre eles: Japao, Estados Unidos, Argentina, Mexico e Peru:

Estima-se 300 chajin (apreciadores da Cerimonia do Cha) do Japao
50 chajin dos Estados Unidos
40 a 50 chajin da America Latina e Central (Argentina, Mexico e Peru)

Esperamos que um total aproximado entre 500 a 1000 pessoas nos 3 dias de eventos.

Dia 29/08/14 Sexta-Feira das 14h as 18h Visita ao:

1- Centro de Cultura Japonesa na Liberdade (Bunkyo)

 Para conhecer o Centro de Cultura Japonesa assista ao video:  Cerimonia do Cha no Bunkyo


2 - Casa Japonesa no Parque do Ibirapuera

Para conhecer o Pavilhao Japones assista ao video abaixo ou clique no link Pavilhao Japones


3 - Casa da Cultura Japonesa na USP (Universidade de Sao Paulo)

Para conhecer a Casa de Cultura Japonesa assista ao video abaixo ou clique no link Casa da Cultura Japonesa USP






Dia 30/08/14 Sábado das 10h as 12h Recepcao no Palacio dos Bandeirantes
12h das14h Festa de Boas vindas - Welcome Party
14 h Otchakai (apresentacao de Cerimonia do Cha) no Palacio dos Bandeirantes.

Dia 31/08/14 Domingo das 10h as 16h Exposicao de 10 Espacos dos diferentes paises de Cerimonia do Cha: Brasil, Japao, Estados Unidos, Argentina, Mexico, Peru.

Agencia de Turismo no Brasil http://www.quicklytravel.com.br/
Agencia de Turismo no Japao http://www.jtbcorp.jp/en/


Maiores informacoes envie email para iumi@hotmail.com

domingo

Bunka Matsuri - Festa da Cultura Japonesa no Bunkyo Cerimonia do Cha estara presente

A FESTA DA CULTURA JAPONESA NO BUNKYO

cartaz-siteUma festa especial para quem gosta de cultura japonesa. Com esta proposta, o Bunkyo realiza o 8º Bunka Matsuri, no dia 23 de março de 2014, em sua sede, na Liberdade, próximo da Estação São Joaquim do Metrô.
Durante todo o dia estão programadas diferentes atrações, que ocuparão todas as instalações da sede da entidade envolvendo desde o espaço das garagens, passando pelo Grande Auditório e Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil.
A organização do 8º Bunka Matsuri tem o patrocínio da Fundação Kunito Miyasaka, Brasil Kirin, Sushi Isao, Sakura, Yamato, Kikkoman, Ajinomoto, Hiroshima, Alfa Alimentos e Fast Shop e apoio do Consulado Geral do Japão em São Paulo, AgroNippo, Nikkey Shimbun, São Paulo Shimbun, Jornal Nippak, Mundo Ok, Rádio e TV Nikkey, Rádio Banzai, Kibô-no-Iê, Kodomo-no-Sono, Ikoi-no-Sono e Yassuragui Home.
O Bunka Matsuri é uma festa idealizada para congregar jovens e adultos e apresentar diversos aspectos da cultura japonesa praticada em nosso país. Portanto, esta é a hora!
A entrada é franca, as atividades das oficinas e o show artístico internacional também.
Para chegar até ao Bunkyo, a melhor forma de transporte é o Metrô (descer na estação São Joaquim), principalmente porque o trânsito da região anda complicado devido às obras que interditam o quarteirão da Rua Galvão Bueno entre as ruas São Joaquim e Fagundes.
Serviço:
8º Bunka Matsuri (entrada franca)
Dia 23 de março de 2014, das 9h às 17h
Local: Sede do Bunkyo, Rua São Joaquim, 381 – Liberdade – São Paulo-SP
(próx. Estação São Joaquim do Metrô)
A seguir, a programação de cada um dos espaços:
A arte do Dô: Cerimônia do Chá e Shodô
cer cha 3O espaço do Salão Nobre será ocupado por duas artes tradicionais japonesas que requerem distância do burburinho de um festival, criando um local de tranquilidade e concentração. Por conta disso, o 2º andar do edifício foi reservado para os professores da cerimônia de chá do Centro de Chado Urasenke do Brasil, que neste ano comemora 60 anos de atuação no Brasil, e para a exposição das obras de Shodô (arte da caligrafia) da associação Shodô Aikoukai, com oficina dos mestres. No local também haverá uma exposição de arte craft e artes plásticas.
Chef Shin Koike Especial
shin koikeEm seu currículo estão conceituados restaurantes, tais como Aizomê, Sakagura A1 e Rangetsu of Tokyo e a autoria da premiadíssima publicação “A Cor do Sabor”. Também, a presidência da Comissão de Divulgação da Culinária Japonesa.
Neste 8º Bunka Matsuri, o renomado chef Shin Koike comanda o Restaurante VIP com um especial Menu Degustação que inclui ebi-shinjyo empanado com arare, sashimi com gelatina de suco de yuzu, panceta cozida à moda japonesa, sushi e niguirizushi.
O Restaurante VIP, além da atuação do chef Shin Koike, conta com as cerâmicas do Atelier Hideko Homma e os temperos da Kikkoman.
O convite custa R$ 100,00, sem incluir bebida. O Restaurante VIP será montado na sala 13, 1º andar, e terá o serviço funcionando às 11h30, 14h e 16h.
Para todos os paladares
alimentacao extSe você é uma daquelas pessoas interessadas em culinária japonesa e, principalmente, de comida caprichada e saborosa, não poderá deixar de prestigiar o Bunka Matsuri. A Praça de Alimentação Externa, com entrada pela rua Galvão Bueno, reúne as barracas coordenadas pelas entidades beneficentes. O Kibô-no-Iê irá oferecer oyakisoba; o Yassuragui participa com guiozá e cocada; os voluntários do Ikoi-no-Sono, além de batata-lôka e churros, estarão preparandoraspadinhas; o Kodomo-no-Sono participa com tempuráyakitori eokonomiyaki. Para completar os sabores de festa, a Yamato vai oferecer os tradicionais takoyaki.
alimentacaoNa Praça de Alimentação Interna, no 1º piso do Estacionamento, mais sabores da tradição japonesa – ali os visitantes poderão saborear os obentô, sushi etemaki feitos pelo Bistrô Kazu e, também, os saborososokinawa soba e karê oferecidos pelo Bufê Shima.
Quem gosta de doces não pode deixar de visitar, nesse espaço, as participantes do Coral Bunkyo e do Coral Paineiras, que no festival são famosas pelos deliciosos bolos e guloseimas preparados especialmente para a ocasião. Também, o Kibô-no-Iê fará os tradicionais e insuperáveis sonhos recheados. E os voluntários da Associação Vila Nova Cachoeirinha, os deliciosos tempurá de sorvete!
Compras especiais
bazarImagine que coisas interessantes podem ser encontradas num espaço com 35 bazaristas! Se você é uma dessas pessoas que gosta de garimpar novidades e levar boas compras para casa, o 2º Piso do Estacionamento é o endereço certo!
Entre os incontáveis produtos estão artesanatos, importados, produtos comestíveis, panelas, flores e orquídeas, etc.
Depois, no Piso Intermediário do Estacionamento, estará o espaço especial de vendas. De um lado estarão os produtos da Sakura a preços imperdíveis. De outro, uma oportunidade ímpar para adquirir cerâmicas e quadros de pinturas de várias artistas que integram a Comissão de Artes Plásticas e Arte Craft do Bunkyo. Esse espaço terá ainda os objetos produzidos pelo Kodomo-no-Sono, Kibô-no-Iê e Ikoi-no-Sono.
Praticar para conhecer
kirigamiUm convite para conhecer diferentes facetas da cultura japonesa numa animada e produtiva reunião coletiva sob a coordenação de especialista convidado.
Certamente, a maioria conhece o Origami com seus desafios criativos a partir das dobras de papéis, mas será que todos sabem os iguais encantos do Oribana, Oshibana, Oshiê? Ou então, o detalhado e preciso corte no papel com a técnica do Kirigami?
furoshikiOs organizadores também convidaram Claudio Sampei para ensinar as técnicas de amarrar, dobrar e produzir embalagens usando quadrados de tecidos chamados de Furoshiki, mas há ainda uma forma inteligente de somar por meio do Soroban e os desafios de recriar os desenhos por meio dos tecidos com a técnica do Patchwork.
Certamente, nenhuma Festa da Cultura Japonesa estaria completa se deixasse de lado duas modalidades artísticas profundamente arraigadas à tradição – o Shodô e a Ikebana.
Show Artístico Internacional
show 1Nas edições do Bunka Matsuri, uma atração à parte é o show artístico organizado pela Comissão de Música e Dança Folclórica realizado no Grande Auditório.
Para este ano, juntamente com as apresentações dos melhores grupos de taiko, músicas e danças típicas japonesas e karaokê, destaque especial para os grupos de danças folclóricas da Rússia, Alemanha, Croácia e Itália.
A programação tem início às 10h, com a apresentação de taiko dos alunos da escola Mika Youtien; seguindo-se os bailarinos do grupo Tottori Shan Shan Kassa Odori e o grupo folclórico Troyka da Rússia. Depois, a performance dos representantes da escola de dança folclórica de Okinawa, Ryukyu Buyo Kyokai, o show do cantor Sérgio Tanigawa, a apresentação do grupo folclórico Gold Und Silber da Alemanha e a Escola de Bailado Kinryu Hanayagui, finalizando com o grupo de taiko Ryukyu Koku Matsuri Daikoantes da cerimônia de abertura às 12h.
show 3A segunda parte do show artístico começa às 14h com a apresentação do grupo de taiko Tangue Setsuko Taiko Dojo, prosseguindo com a apresentação dos integrantes da Associação Cultural e Assistência Social de Kenko Hyougen Taisso do Brasil, o grupo folclóricoJadran da Croácia, a apresentação dos bailarinos da escola Fujima Ryu, depois a Associação Brasileira de Música Clássica Japonesa e a performance dos integrantes da União Cultural Guinken Shibu do Brasil, encerrando-se com a sempre contagiante apresentação do grupo folclóricoNostra Italia.
Samba e futebol, uma exposição nipo-brasileira
shodo 1Às vésperas do início da histórica Copa do Mundo no Brasil, e ainda curtindo os sabores do carnaval com seus desfiles das escolas de samba, o 8º Bunka Matsuri irá apresentar no hall de entrada do Bunkyo uma exposição nipo-brasileira especial.
Para isso, irá reunir num mesmo espaço, sempre enfeitado pelos arranjos das professoras de Ikebana, as dobraduras do grupo de Mari Kanegae que retratam uma escola de samba, destacando toda a técnica do origami e trabalho minucioso dos mestres brasileiros! Para contextualizar o momento, o evento também estará homenageando a seleção japonesa de futebol.
A imigração japonesa no Brasil
museu 1O Bunka Matsuri é um momento em que o Bunkyo abre suas portas para receber todos os interessados em cultura japonesa. É dentro dessa proposta que o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, localizado nos 7º, 8º e 9º andares do Edifício Bunkyo, realizará, nesse domingo, uma programação especial de visitação.
O Museu de Arte Nipo-Brasileiro, localizado no 1º andar do Edifício Bunkyo, também prepara uma exposição de seu acervo para apresentar ao público do festival.
Agora só falta você, sua família e seus amigos!

quinta-feira

Ichigo, ichie - um momento, um encontro

Valorize cada Encontro pois ele nao se repetirá.

Treasure every moment, for it will never recur.


Assista ao video sobre Cerimonia do Cha de Chanoyu Arabia


http://vimeo.com/22957738

segunda-feira

Aulas Cerimonia do Cha

Aulas Cerimonia do Chá

- É necessário agendar pelo email  iumi@hotmail.com
- As aulas são individuais e tem duração de 1 hora e o curso pode ser iniciado a qualquer época do ano.

- Não é necessário nenhum conhecimento prévio.
- Todos os utensílios são fornecidos pela escola.
- O curso não tem fim, estamos sempre aprendendo.
- Usar blusas com mangas e sem decotes e trazer um par de meias brancas.
- De 1 dezembro a 20 de janeiro de cada ano a escola entra em recesso.

- Horários:
3a-Feira das 10 as 19 horas e
6a-Feira das 10 as 12 horas

Aprecie uma Cerimonia do Chá: Assista o video: Cerimonia do Cha

email: iumi@hotmail.com
Tel:(11) 5571-3117
http://cerimoniacha.blogspot.com/

segunda-feira

Cerimonia do Cha - As Sete Regras de Rikkyu

Assista o video com a Profa Oguino falecida em janeiro de 2014 e a praticante Haruko Hartmann http://www.youtube.com/watch?v=n5f1xZY30nc&hd=1


"O que, precisamente, são as mais importantes coisas que precisam ser entendidas numa cerimônia de chá?" Esta pergunta foi feita a Sen Rikyu por um discípulo.

Sua resposta: "Prepare uma deliciosa tigela de chá; disponha o carvão de modo a aquecer a água; arranje as flores tal como elas estão no campo; no verão surgira frescor, no inverno calor; prepare tudo com antecedência; prepare-se para uma eventual chuva; e dê àqueles com quem se encontrar toda consideração."

O discípulo, um tanto desapontado com essa resposta, onde não encontrou nada de importância tão grande que pudesse supor ser um segredo da prática do chá, disse: "Isso tudo eu já sabia..."
Rikyu respondeu: "Então, se você pode conduzir uma cerimônia do chá sem desviar-se de nenhuma das regras que eu acabei de expor, eu me tornarei seu discípulo."

Entender as Sete Regras de Rikkyu é fundamental para realizarmos uma cerimonia do cha:

"Prepare uma deliciosa tigela de chá" = Chawa fukuno yoki yohi tate

"Disponha o carvão de modo a aquecer a água" = Sumiwa yuno waku yoni oki

"Arranje as flores tal como elas estão no campo"= Hanawa noni aruyoni

"No verão surgira frescor, no inverno calor" = Natsuwa suzushiku, fuyuwa atatakani

"Faça tudo com antecedência" = Kokugenwa hayameni

"Prepare-se para uma eventual chuva" = Furazutomo ameno yoi

"Dê àqueles com quem se encontrar toda consideração."  Aikyakuni kokoro seyo


Saiba mais:

Livro: Vivência e Sabedoria do Chá, Autor Sen Soshitsu XV, T.A.Queiroz, Editor, Ltda.

sexta-feira

Curso Cerimonia do Cha na USP

Conheca  o local da aula e assista uma apresentacao da Cerimonia de Cha na USP:


 Cerimonia do Cha na USP

As inscricoes para Aulas de Cerimonia do Cha na USP so estao disponiveis ate fevereiro de cada ano e sujeita as vagas disponiveis.


Objetivo: 
Divulgação da cultura japonesa, através do conhecimento da Cerimônia do Chá, uma das artes tradicionais que sintetizam a vivência estética do povo japonês.DADOS DO CURSO
Natureza do curso: 
Difusão
Público Alvo: 
Público em geral.
Programa: 
1. O que é Chanoyu – Cerimônia do Chá. O que é Chado – Caminho do Chá. Objetos indispensáveis para as aulas. / Postura de se sentar e de se levantar. Formas de se cumprimentar. Maneira de se servir do chá e do doce.
2. Fukusa – pano de seda para purificação / Confecção do fukusa. Revisão da aula anterior. Fukusa sabaki – Maneira de purificar com o fukusa.
3. Usucha-ki - pote para chá fraco / Revisão da aula anterior. Formas de purificar os potes para o chá fraco.
4. Chasaku – colher de bambu para o chá / Revisão da aula anterior. Formas de purificar a colher de bambu.
5. Chawan – tigela. Chakin – pano de linho. Chasen – batedor de bambu / Revisão da aula anterior. Maneira de dobrar o chakin e limpar o chawan.
6. Kensui – recipiente para despejar água usada e o futaoki – porta-tampa / Revisão geral.
7. Mizuya – local de preparo do chá / Ryakubon Temae – Cerimônia do Chá simplificada com o uso da bandeja.
8. Temae – seqüência de movimentos da Cerimônia / Ryakubon Temae
9. Os doces e seus recipientes / Ryakubon Temae
10. Sobre o chá / Ryakubon Temae
11. Kakemono – rolo de caligrafia ou pintura / Ryakubon Temae
12. Arranjo Floral e seus recipientes / Ryakubon Temae
13. Chashitsu – Recinto do chá. Roji – a passagem do jardim / Ryakubon Temae
14. Hishaku – concha de bambu / Ryakubon Temae. Maneira de usar o hishaku
15. Mizusashi – vasilhame para água fria / Ryakubon Temae. Ushucha Temae – Cerimônia do chá fraco
16. Kama – caldeira de ferro / Ryakubon Temae. Usucha Temae
17. Furo – fogareiro. Haigata – Formas de cinzas. Sumi – carvão e seus utensílios / Ryakubon Temae. Usucha Temae
18. Daisu – estante e Tana – prateleira. O yin, o yang e os cinco elementos / Chitosebon – Cerimônia do Chá com o uso da bandeja Chitose. Usucha Temae
19. Chaji – Cerimônia do Chá completa. Chakai – reuniões do chá. Os utensílios para o kaiseki – refeição japonesa / Chitosebon. Usucha Temae
20. Shichijishiki – as sete cerimônias do chá. Nodate – Cerimônia do Chá ao ar livre / Chitosebon. Usucha Temae
21. Koicha Temae – Cerimônia do chá forte. Chaire – pote para chá forte. Shifuku – invólucro para o pote de chá forte / Usucha Temae. Koicha Temae – Cerimônia do chá forte
22. Os 4 princípios e as 7 normas. Ro – fogareiro embutido a nível do chão / Usucha Temae. Koicha Temae
23. História do Chado: nascimento do costume de tomar Chá. A transmissão do Chá. A formação de normas de etiqueta do Chá. Desenvolvimento do Chá ao estilo shoin. O ambiente da natureza nos centros urbanos / Ro Temae – Cerimônia do Chá no Ro.
24. História do Chado: a essência do Chá ao estilo wabi / Ro Temae
25. História do Chado: o Chanoyu do início do Período Edo. As escolas de Chá de Kyoto –Kamiryu Shimoryu. A expansão do Chanoyu / Ro Temae
26. Análise do livro O livro do Chá: a tigela da humanidade. As escolas de Chá. Taoismo e Zen / Ro Temae
27. A análise do livro O livro do Chá: o recinto do Chá. A apreciação da arte. Flores. Os mestres do Chá / Ro Temae
28. Análise da crônica do Chá Nanporoku. Oboegaki. Kai, Tana, Shoin. Sumibiki. Metsugo / Ro Temae
29. Anedotas de chajin – mestres do Chá. Murata Juko. Takeno Joo. Sen no Rikyu / Furo Temae – Cerimônia do Chá no Furo

terça-feira

Licencas e Otemaes da Cerimonia do Cha

SHOKYUU BEGINNER STUDENT CERTIFICATION

1. NYUMON LICENSE enter/gate

A certificate granting the student permission to begin the formal study of Chado with the Urasenke iemoto (hereditary head master)

Warigeiko divide/practice

The teaching technique whereby certain "kata," forms for executing actions common to many tea procedures, are practiced out of the context of individual temae.

1. Bonryaku Temae tray/abbreviated/procedure for preparing tea before a guest

Devised by the 13th iemoto, Ennosai, this temae, also called Ryakubon, employs the kata learned in warigeiko to prepare thin tea (usucha). The "mountain path" (yamamichi) tray is used to hold utensils and prepare tea.

2. Usucha Hirademae thin tea/basic/tea procedure
The procedure of preparing individual whisked bowls of powdered thin tea using a cold-water jar (mizusashi), a kettle (kama), a ladle (hishaku), and a lid rest (futaoki), in addition to the basic utensils. This temae is performed either by carrying in all the utensils, referred to as a hakobi temae, or by placing some of the utensils on a shelf, a tana temae.

3. Koicha Hirademae thick tea/basic/tea procedure
The procedure for preparing a bowl of thick tea, which is shared among the guests and is the highlight of a full-length tea gathering (chaji). The tea is prepared by adding less water and kneading rather than whisking it into a smooth, velvety consistency. It is performed as a hakobi or tana temae.

4. Shozumi Hirademae first/charcoal/procedure
The procedure of arranging unlit charcoal pieces around pilot pieces (shitabi) during the first half of a full-length tea gathering (chaji). This procedure is practiced as a hakobi or tana temae.

5. Gozumi Hirademae last/charcoal/procedure
The procedure of repairing the fire for the latter half of a chaji. This procedure is practiced as a hakobi or tana temae.

segunda-feira

Hatsugama 2014

O Hatsugama 2014 foi realizado no Centro de Cultura Japonesa na liberdade dia 12/01/14.



Assista ao Video: Hatsugama 2014 na Tv Cultura

domingo

Cerimonia do Cha Completa

A palavra Kaiseki é composta por 2 ideogramas Kai = Pedra e Seki = Quente. Quando os monges estavam meditando não havia tempo para preparar comida, então eles pegavam uma pedra da fogueira e colocavam sob a roupa no estômago para aquecê-lo.

O Kaiseki vem do nome dado a uma pedra aquecida que os monges Zen usavam para aliviar o estômago das dores causadas pela fome ou pelo frio. Desde então passou a significar uma pequena refeição, suficiente apenas para satisfazer a fome. 

Depois de compartilhar a refeição os convidados são servidos de um doce e do chá forte. Após isso serve-se o chá fraco.

O Otemae, preparo do chá, consiste de 3 partes:
- Purificacao dos utensílios
- Preparo do chá
- Limpeza dos utensílios.
Deve ser realizado em silêncio, ou só falando amenidades. A mensagem é enviada pelos utensílios, kakemono, flores.

quinta-feira

Cerimonia do Cha no 16 Festival do Japao 2013


Assista ao video: Cerimonia do Cha no 16 Festival do Japao



A Cerimonia do Cha esteve no 16o. Festival do Japao dias 20 e 21 de julho de 2013 no Espaco Imigrantes e http://www.festivaldojapao.com/


Participe da Cerimonia do Chá. Experimente o doce, tome o chá e aprecie a cerimonia como convidado. Ingressos para Cerimônia por R$ 10.

Venda de ingressos antecipados para entrada no Festival do Japão R$ 8 através da http://www.akitaclinic.com.br/ e no local R$10. Evite filas e compre seu ingresso por telefone 11-5571-3117


terça-feira

Exposicao Beleza do Japao 17, 18 e 19 de maio de 2013

Exposicao Beleza do Japao 17, 18 e 19 de maio de 2013



Dias 17 , 18 e 19 de maio de 2013 o Centro de Chado Urasenke comemorará os 105 anos da Imigracao Japonesa com uma exposicao sobre a Beleza do Japao no Bunkyo com entrada Franca:

- Ikebana (mais de 100 arranjos de 13 escolas. Haverá Demonstração e Oficinas
- Cerimonia do Cha (demonstracao da Cerimonia do Cha)
- Musica Classica Japonesa (Show de Musica Clássica Japonesa)
- Arte Craft e Pintura (Exposição de Arte Craft e Pintura)

17 de maio as 19h será a abertura e Lancamento do Livro Hana – A Flor na Natureza e nos Campos do Japao

18 e 19 de maio de 2013 Exposicao das 10h as 19h

Local Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa 
Rua Sao Joaquim, 381 Liberdade

Um livro dedicado à flor na cultura do Japão

Atenção, abrir em uma nova janela.
aberturaUm recorte da tradição japonesa expressa por meio das flores – esta foi a proposta do Centro de Chado Urassenke do Brasil ao editar o livro: Hana – Flor – A flor na natureza e cultura do Japão. Seu lançamento será no próximo dia 17 de maio, na abertura da exposição Nihon no Bi – Beleza do Japão, no Hall de Entrada do Bunkyo.

sábado

Aniversario de 90 anos do Daisosho

Dear Urasenke Members,

We hope that this message finds you in the best of health and spirits and enjoying the spring. Here in Kyoto, the sakura trees appear covered with a faint pink mist; they will probably be in full bloom by the end of the week. No doubt you have fond memories of the large Somei Yoshino blooming across the street from the Kabutomon, and of having hanami dango and sakura mochi for okeiko.

We are writing to ask you all to help Daisosho celebrate his 90th birthday, which is coming up on April 19th. Daisosho continues his mission to spread tea around the world and has just returned from a whirlwind trip to Abu Dhabi, Singapore, Beijing, Tienjin, and Shanghai.

The ninetieth birthday is called “Sotsuju” 卆寿 in Japanese, because the simplified kanji for “sotsu” can be separated into the kanji for “nine” and “ten.” “Ju” is “kotobuki,” meaning felicitations and long life.

domingo

Cerimonia do Cha ou Chado ou Caminho do Cha


De acordo com Sen Rikkyu (1522-1591):

  O Cha nao é nada mais que isto:
  Primeiro voce aquece a agua, e entao voce prepara o cha.
  Entao voce o bebe corretamente.
  Isto é tudo o que voce precisa saber.

A Cerimonia do Cha nao tem apenas o objetivo de mitigar a sede; é a síntese do mundo cotidiano da cultura japonesa, uma disciplina q ajuda a aprimorar o caráter, a treinar a mente através de atividades criativas  e, assim, a elevar a espiritualidade .

Na Cerimonia do Cha, o anfitriao comeca a tracar o plano da reuniao de cha para receber os convidados. Escolhe o arranjo de flores, o kakemono (poema ou frase), dispoe o carvao para aquecer a agua e, na sala de cha, atraves de uma sequencia de movimentos (temae) perfeitamente aprimorados por um longo periodo de tempo, prepara a tigela de cha q acolhe os convidados q, por sua vez agradecem pela consideracao dispensada.

Na interacao entre os convidados e o anfitriao, atraves do chado, aprendemos a importancia do relacionamento humano, incorporando os Quatro Principios: Wa, Kei, Sei, Jaku ou seja:

- Wa - Harmonia - Manter boas relacoes entre as pessoas

- Kei - Respeito - Respeito mutuo entre as pessoas com modestia e discricao consigo mesmo.

- Sei - Pureza - tornar o coracao puro, eliminando as impurezas mentais.

- Jaku - Tranquilidade - serenidade impertubavel presente em qualquer circunstancia.

Provavelmente as pessoas disponham de pouco tempo para aprender a Cerimonia do cha. Entretanto, atraves de seu estudo é possivel ter um insight daquilo que foi perdido em meio à vida apressada do dia-a-dia, q é o sentimento de aceitacao, a consideracao para com as pessoas ao nosso redor, a sensibilidade à mudanca das estacoes do ano, a meditacao. Os meus sinceros votos para q, por meio do aprendizado ou mesmo da participacao em uma Cerimonia do Cha, todos possam encontrar esses principios em seu coracao.

Fonte: Livro Chado - Introducao ao Caminho do Cha

Imigracao Japonesa nome do Navio e a data de chegada ao Brasil

 Para saber o nome do navio e a data de chegada de algum imigrante japones voce pode digitar o link:

 http://www.kddi.com.br/ashiato/web2/imigrantes.asp

Este link foi disponibilizado pelo Museu Historico da Imigracao Japonesa.

O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, é o maior museu sobre a imigração japonesa.

Possui um acervo de mais de 97.000 itens pertencentes aos imigrantes japoneses, tais como documentos diversos, fotos, jornais, microfilmes, livros, revistas, filmes, vídeos, discos LP, quadros de pinturas, utensílios domésticos e de trabalho, alem dos kimonos, que registram a história desses imigrantes aqui no Brasil.

O Museu está localizado no bairro da Liberdade, dentro do prédio da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, à Rua São Joaquim, 381, ocupando o 7°, 8° e o 9° andares.

O site do museu é http://www.museubunkyo.org.br/

quinta-feira

Hatsugama 2013 1a Cerimonia do Cha Centro Chado Urasenke do Brasil

Foi um Sucesso o Hatsugama de 2013,Agradecemos a todos que colaboraram para este Sucesso








Assista e Curta nossa pagina no Facebook Cerimonia do Cha

Hatsugama no Bom Dia SP ou http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-sao-paulo/v/comunidade-japonesa-comemora-o-hatsugama-em-sao-paulo/2343378/


Hatsugama é o ato de acender o braseiro para o Preparo do Chá pela Primeira Vez no ano. Venha compartilhar este momento unico.

Presenca de 300 personalidades da Colonia Japonesa.

Data 13 de Janeiro de 2013
Horario 11h30
Local Grand Hyatt Sao Paulo

Programa:
11h30 Chaseki
12h00 Coquetel
12h45 Abertura do Barril de Sake
13h00 Almoco
14h30 Apresentacao de Video seguida de Quarteto de Cordas ao Vivo
15h Encerramento, Café e Entrega de Presentes

Convites e Confirmacoes por email iumi@hotmail.com




domingo

Fundacao Japao


A Fundação Japão é uma organização vinculada ao Ministério das Relações Exteriores do Japão, estabelecida em 1972, cujo objetivo é promover o intercâmbio cultural e a compreensão mútua entre o Japão e outros países.
O escritório em São Paulo foi inaugurado em 1975 e desde então, atua como uma porta de comunicação entre a Fundação Japão e o Brasil, desenvolvendo diversas atividades.
A Fundação Japão desenvolve seus programas e atividades nas três categorias principais seguintes:
  1. Intercâmbio Artístico e Cultural,
  2. Ensino da Língua Japonesa no Exterior,
  3. Estudos Japoneses no Exterior e Intercâmbio Intelectual.
Além disso, como parte da reforma estrutural de maio de 2004, foi criado o
Information and Resource Center para prover informações e incentivar o
intercâmbio internacional.

A Biblioteca da Fundacao Japao fica localizada no predio aos fundos da Casa das Rosas, e reúne mais de 20 mil itens sobre historia, literatura, artes e cultura do Japao. Alem do material publicado em japones, há diversos livros em ingles e em portugues. Outros materiais disponiveis para emprestimo sao revistas importadas, CDs e DVDs de musica pop oriental.

A fundacao Japao fica na Av.Paulista, 37, 2o. andar Tel 3141-0110 3a a 6a das 10h30 as 19h30 e Sabados das 10h30 as 18h30

www.fjsp.org.br

quarta-feira

Sotanki 2012 Cerimonia do Chá

Sotanki 2012 - Cerimônia do Chá - Gratuita

Sotanki é a Cerimônia para comemorar o falecimento do Sotan, neto de Sen Rikkyu.


Dia 25 de novembro de 2012 (Domingo) das 11h as 16h houve apresentação da Cerimônia de Chá com Almoço na Liberdade, R$ 90, Vagas Limitadas. Maiores informações e convites 5571-3117.
O valor inclui almoço (Kaiseki), chá forte e chá fraco.

Dia 01 de dezembro de 2012 (Sábado) das 11h às 15h haverá apresentação gratuita da Cerimônia de Chá na Casa de Cultura Japonesa na Universidade de São Paulo. Esta é mais simples e gratuita.

Breve historia do Chado Urasenke

Muitos povos desenvolveram o hábito de consumir chá, mas poucos contribuíram tanto para o desenvolvimento de aspectos culturais como no Japão. Foi no Japão que preparar e beber o matcha, a folha do chá verde em pó diluído em água quente, tornou-se a base de uma discplina espiritual e estética que impactou a civilização japonesa.

Essa forma de preparar o chá foi levada ao Japão no século XII por monges Zen ao regressarem de viagens de estudos da China. Nos templos, matcha era utilizado como um estimulante suave para a mente durante a meditação, tinha valor medicinal e uso cerimonial simbólico. Naquele tempo, a classe nobre e os governantes o apreciavam com a função de dar sentido à exibição de objetos de arte chinesa.

A partir desses dois usos é que se originou a ideia dos encontros de chá como meio de elevação espiritual e apreciação estética. Isso fez com que fossem criadas salas especiais para esses encontros. O surgimento desse conceito estético único, de inspiração Zen, foi importante para o desenvolvimento da apreciação da sutil e austera beleza que podem ser descobertas em coisas aparentemente simples e despretensiosas.

No século XVI, Sen Rikyu (1522-1591), um homem com grande criatividade e liderança no cenário político e cultural do seu tempo, sintetizou a essência dessas idéias em sua austera "cabana" no estilo do chá. Sua sensibilidade artística e ideais embasados no Zen transformaram efetivamente o ato de preparar, servir e beber o chá numa disciplina completa, estabelecendo os fundamentos do Chado, o Caminho do Chá.

Os ideais do Chado de Sen Rikyu estão expressos nestas palavras: wa, kei, sei e jaku.
- Wa significa harmonia, que deve existir nas relações humanas, entre o homem e a natureza, na seleção dos utensílios do chá, na maneira como são utilizados e em todas as outras facetas do Chado.
- Kei significa respeito, que é dado para todas as coisas e que provém de sentimentos sinceros de gratidão pela existência delas.
- Sei significa pureza e implica em limpeza espiritual e material
- Jaku significa tranquilidade, um estado espiritual de paz.

Com base nisso, as pessoas que estudam a disciplina do Cerimonia do Cha aprendem a cuidar de cada aspecto envolvido: da ambientação, da seleção dos objetos empregados na cerimonia, da prática da etiqueta, da comida e até da água utilizada. Através do treinamento e do estudo, manifestam o desejo de refinarem e cultivarem a si mesmos enquanto seres humanos.


Após a morte de Sen Rikyu, seus ensinamentos foram transmitidos aos seus descendentes e discípulos. Sen Shoan (1546-1614), genro de Sen Rikyu foi reconhecido como seu sucessor. O filho dele e neto de Rikkyu Sen Sotan (1576-1658) sucedeu seu pai e tornou-se a 3a geracao. Sotan teve quatro filhos. Os 2 mais velhos morreram ainda criancas. Quando seu filho cacula Sen Soshitsu (1622-1677) atingiu os vinte anos, Sotan retirou-se para o fundo da propriedade criando a escola Urasenke e  Sen Sosa (1619-1673) ficou com a frente da propriedade fundando a escola Omotesenke. Depois um dos filhos mais velhos Soshu (1593-1675), retornou à propriedade localizada na rua Mushanokoji para fazer a 3a das 3 escolas de tradicao chamada Mushanokojisenke. Essas escolas continuam em atividade até hoje em Kyoto.

Sotan construiu nos fundos da propriedade a sala de 8 tatamis, a sala de 4 tatamis e meio e a sala de 1 tatami e 3/4 e sao os padroes para todas as salas de cha do mundo.

Num tranquilo e velho bairro de Kyoto, capital cultural do japão a escola Urasenke da família Sen existe já há quatro séculos. As mais antigas salas de chá foram originalmente construídas pela terceira geração da família, Sen Sotan, neto do Rikyu. Esse complexo de salas de chá e jardins foi tombado como Patrimônio Cultural Importante pelo governo japonês em razão de sua relevância cultural na história e na arte japonesas. É onde o espiríto de Sen Rikyu permanece, é a casa da Urasenke e o coração do Chado para milhões de pessoas que estudam e praticam como ensinado pela Urasenke ao redor do mundo.
 
Desde a época do Rikyu, seus descendentes continuaram levando esse legado para as novas gerações. Cada herdeiro também acrescentou algo, sucessivamente de tal maneira que a Cerimonia do Cha permanece viva e com sentido nos tempos atuais, oferecendo um eficiente caminho para enriquecimento cultural e autodesenvolvimento, e uma fórmula atemporal para compartilhar um bonito momento graças ao chá.


1 Rikyū Sōeki (1522-91) 利休 宗易 Hōsensai 抛筌斎
2 Shōan Sōjun (1546-1614) 少庵 宗淳
3 Genpaku Sōtan (1578-1658) 元伯 宗旦 Totsutotsusai 咄々斎
4 Sensō Sōshitsu (1622-97) 仙叟 宗室 Rōgetsuan 臘月庵
5 Jōsō Sōshitsu (1673-1704) 常叟 宗室 Fukyūsai 不休斎
6 Taisō Sōshitsu (1694-1726) 泰叟 宗室 Rikkansai 六閑斎
7 Chikusō Sōshitsu (1709-33) 竺叟 宗室 Saisaisai 最々斎
8 Ittō Sōshitsu (1719-71) 一燈 宗室 Yūgensai 又玄斎
9 Sekiō Sōshitsu (1746-1801) 石翁 宗室 Fukensai 不見斎
10 Hakusō Sōshitsu (1770-1826) 柏叟 宗室 Nintokusai 認得斎
11 Seichū Sōshitsu (1810-77) 精中 宗室 Gengensai 玄々斎
12 Jikishō Sōshitsu (1852-1917) 直叟 宗室 Yūmyōsai 又玅斎
13  Tetchū Sōshitsu (1872-1924) 鉄中 宗室 Ennōsai 圓能斎
14  Sekisō Sōshitsu (1893-1964) 碩叟 宗室 Tantansai (AKA: Mugensai) 淡々斎 (無限斎)
15  Hansō Sōshitsu (Sen Genshitsu) (b. April 19, 1923) 汎叟 宗室 Hōunsai 鵬雲斎 A paz na tigela de cha
16 (Atual) Genmoku Sōshitsu (b. June 7, 1956) 玄黙 宗室 Zabōsai 坐忘


quinta-feira

Porque praticar a Cerimonia do Cha - Kyoto Journal

Tea Ceremony as the Mythological Journey of the Hero

FROM KJ 1, BY DANIEL R. KANE
“Why do you study Tea?” This is a question I ask myself as often as I am asked. The usual answers perhaps are enough: “It is an aesthetic exercise; a Zen discipline; a unique means of social interaction.” Yet, I have wondered if there might be some other attraction to Tea; something not so apparent; something which, in particular, captivates the imagination of the non-Japanese participant. What I present here are a few personal observations and speculations concerning a possible connection between Mythology and Tea Ceremony.

quarta-feira

Oryoki = Tigela do tamanho do Estômago

A tigela que os monges budistas comem tem o tamaho do estômago. A relaçao entre tigela e estômago transmite a idéia de equilíbrio, de se alimentar com qualidade e na quantidade que o corpo precisa. Os monges budistas seguem uma sequencia ritualizada de procedimentos, com atenção a cada detalhe. Cada um deles leva consigo seu conjunto de utensílios, embrulhado em uma trouxinha de pano. São feitas preces e reverências antes, durante e ao término da refeição. Depois da comida é servido um chá quente para "lavar" as tigelas. O chá é colocado na tigela e depois bebe-se o chá. O intuito é não disperdiçar nem um só grão de alimento.Todos os gestos são realizados com as duas mãos e atenção plena.

Fonte: Guia Fique Zen em Sao Paulo - Descubra os Oasis na Cidade e Dentro de Voce- Publifolha

segunda-feira

Cerimonia do Cha no Festival do Japao 2012

A Cerimonia do Cha estará no Festival do Japao dias 15 e 16 de julho de 2012 no Espaco Imigrantes e pela 1a vez será oferecido além do Chá, o Kaiseki, refeicao budista fornecida pelo Buffet Yano,  somente por  vendas antecipadas a R$ 30.

http://www.festivaldojapao.com/

http://www.buffetyano.com.br/#

Venda de ingressos antecipados para entrada no festival do Japão R$ 8 atraves da http://www.akitaclinic.com.br/ e no local R$10 por telefone 11-5571-3117

sexta-feira

Cerimonia do Cha - Hatsugama 2013 Centro Chado Urasenke do Brasil


Foi um Sucesso o Hatsugama de 2013

Agradecemos a todos que colaboraram para este Sucesso. Assista:

Cerimonia do Cha Hatusgama 2013

Assista e Curta nossa pagina no Facebook Cerimonia do Cha

Hatsugama no Bom Dia SP ou http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-sao-paulo/v/comunidade-japonesa-comemora-o-hatsugama-em-sao-paulo/2343378/


Hatsugama é o ato de acender o braseiro para o Preparo do Chá pela Primeira Vez no ano. Venha compartilhar este momento unico.

Presenca de 300 personalidades da Colonia Japonesa.

Data 13 de Janeiro de 2013
Horario 11h30
Local Grand Hyatt Sao Paulo

Programa:
11h30 Chaseki
12h00 Coquetel
12h45 Abertura
13h00 Almoco
14h30 Apresentacao de Video seguida de Quarteto de Cordas ao Vivo
15h Encerramento, Café e Entrega de Presentes

Convites e Confirmacoes pelo email iumi@hotmail.com

O CHADO Cerimonial do Chá é uma das mais tradicionais artes japonesas, com 500 anos de prática no Japão e divulgada internacionalmente. No Brasil foi dado início à divulgação do Chado em 1954 perdurando até a presente data. Sen Rikkyu (1522-1591) definiu os princípios: Harmonia (Wa), Respeito (Kei), Pureza (Sei) e Tranqüilidade (Jaku) ao compartilhar uma Tigela de Chá.


Dia 13 de janeiro de 2013 – Domingo às 11:30 o Centro de Chado Urasenke do Brasil, entidade sem fins lucrativos, organizará o Hatsugama, Primeiro Cerimonial do Chá do ano, seguida do Almoço de Ano Novo no Hotel Gran Hyatt, Av. Nações Unidas 13301 http://saopaulo.grand.hyatt.com/hyatt/hotels-saopaulo-grand/index.jsp?language=pt

Este evento contou com a presença de cerca de 300 pessoas ligadas ao Chado Cerimonial do Chá, o Consulado do Japão, políticos, empresários e representantes eminentes da comunidade nipo-brasileira, Presidente da Associação Comercial da Liberdade, Presidente do Bunkyo, artistas e outras personalidades.





quarta-feira

Visitas a Cerimonia do Cha


As visitas a Cerimonia do Cha precisam ser agendadas por email iumi@hotmail.com e não é necessário nenhum conhecimento prévio.

sexta-feira

Hatsugama 2012 Festa de Ano Novo Chado Urasenke

Hatsugama quer dizer Primeiro Kama, ou seja a primeira vez que acendemos o braseiro no ano para fazer chá no ano.

Dia 15 de janeiro de 2012 das 11 h30 às 15 horas, o Centro de Chado Urasenke do Brasil realizou a Primeira Cerimônia do Chá do Ano de 2012 -  no Hotel Intercontinental, Alameda Santos 1123 Jardim Paulista em São Paulo.

Hatsugama: é assim denominada a primeira cerimônia do chá do ano, quando o braseiro é aceso para abrir o ano.

O primeiro chá do ano tem uma conotação cerimonial: com esta dose, todas as atividades do ano se iniciam. Comércio, agricultura, serviços, produção, tudo volta ao normal após um período de recesso. Parece um gole mágico.

O Centro de Chado Urasenke do Brasil realiza todos os anos esta atividade que reúne cerca de 200 pessoas, sempre com muita sofisticação. Este ano, a cerimônia foi realizada no Hotel Intercontinental, em São Paulo, e contou com um pocket-show do grupo Mawaca.

Colaboração nesta matéria: Michiko Okano (fotos e cobertura)

Fotos e mais informacoes: http://jojoscope.com/2012/01/o-cha-de-abertura-do-ano/

Sotanki 2011 Cerimonia do Chá

Sotanki 2011 - Cerimônia do Chá - Gratuita

Sotanki é a Cerimônia para comemorar o falecimento do Sotan, neto de Sen Rikkyu.
Dia 19 de novembro de 2011 (Sábado) das 11h às 15h haverá apresentação gratuita da Cerimônia de Chá na Casa de Cultura Japonesa na Universidade de São Paulo. Esta é mais simples e gratuita.

http://br.kekanto.com/biz/casa-de-cultura-japonesa-usp

Dia 27 de novembro de 2011 (Domingo) das 11h as 16h teremos apresentação da Cerimônia de Chá no Centro de Chado Urasenke com Almoço na Liberdade, R$ 80, Vagas Limitadas. Maiores informações e convites 5571-3117.

O valor inclui almoço (Kaiseki), chá forte e chá fraco.

quinta-feira

Como foi a minha iniciação na Cerimônia do Chá

A casa da minha avó tinha duas partes, uma ocidental e outra oriental. Sempre que eu ia lá ela me deixava  brincar com os hishaku (conchas) enchendo e esvaziando os chawans (tigelas) de água e molhava todo o meu vestido e minha avó ficava louca tentando secar minha roupa antes que minha mãe chegasse para me buscar e visse toda aquela bagunça.

Em 1973, com 6 anos houve uma exposição no Anhembi sobre o Japão e eu me apresentei fazendo uma Cerimônia do Chá. Foi uma coincidência pois, conforme manda a tradição, deve-se começar a cerimônia do chá aos 6 anos no sexto dia do sexto mês.

A partir daí passei a ter aulas da Cerimônia do Chá na casa dela ou às Sextas-feiras no Centro Chado Urasenke no Bunkyo Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa. Gostava especialmente do Kaguetsu, onde ocorre um sorteio para decidir quem faz o chá e quem toma o chá alternando entre 5 pessoas.

Na comemoração dos 50 anos de Cerimônia do Chá na América Latina  (1954-2004) descobri que a Primeira Cerimônia do Chá no Brasil foi feita na casa da minha avó, pelo Sen Soshitsu, onde eu molhava os vestidos.

http://www.bunkyo.bunkyonet.org.br/

sexta-feira

Cerimônia do Chá no Festival do Japao 2011

Dias 15 de julho de 2011 6a feira das 12-21h, 16 de julho de 2011 Sábado 10-21h e 17 de julho de 2011 Domingo das 10-18h o Centro de Chado Urasenke do Brasil realizou cerimonia do Cha durante o Festival do Japão no Centro de Exposição Imigrantes.

http://www.festivaldojapao.com/

Convites para o Festival do Japão antecipados a R$ 8 (no local, além da fila, o convite será R$ 10) na Akita Clinic, Rua Rio Grande 303 Vila Mariana São Paulo, SP 11-5573-8384 http://www.akitaclinic.com.br/ e para participar da Cerimônia do Chá R$ 7.

terça-feira

Curso Cerimonia do Cha nao tem fim

Após 20 anos de prática, recebi um diploma do Japão. Pedi à minha professora que lesse para mim e dizia:

"Parabens por ter chegado ate aqui, mas voce precisa saber que nao sabe nada e todo dia esta aprendendo."

E eu com minha cabeça ocidental perguntei à minha professora: " Eu nao sei nada? E você que ja pratica a Cerimonia do Cha ha 40 anos de também nao sabe nada?" Ela respondeu que nao, que todo dia esta aprendendo.

Eu pensei q aqui no Ocidente a gente estuda, se forma no primeiro grau, segundo grau, faculdade, mestrado, doutorado, livre docencia, mas um dia acaba. Na Cerimonia do Cha, como na vida, nao. O Caminho do Cha nunca termina.

segunda-feira

Livro Chado - Introducao ao Caminho da Cerimonia do Cha

Livro Chado Introdução ao Caminho da Cerimonia do Cha, traducao do livro Gakko Chado, Shokyu hen ou Escola de Chado, Nivel Basico.

Publicado pelo Centro de Chado Urasenke do Brasil, em 6 capitulos, fala sobre:

1 Espirito do Chado - com historias sobre Sen Rikkyu

2 Cha

3 Origem da formacao do Chado

4 Conhecimentos Basicos de Chado - nome dos utensilios, cumprimentos

5 Etiqueta no Chashitsu (sala de cha)

6 Pratica - com fotos, explica simplificadamente como fazer e participar de uma Cerimonia do Cha

domingo

Centro Chado Urasenke do Brasil Cerimonia do Cha

A escola Urasenke está representada no Brasil desde 1954, quando o Grao Mestre Sen Soshitsu XV veio para as comemoracoes de 400 anos de Fundacao de Sao Paulo e inaugurou o Pavilhao Japones no Parque do Ibirapuera Site http://www.parquedoibirapuera.com/atracoes/pavilhao-japones/ construido por Toshio Takeda ou Sonan Takeda.

O Grao Mestre realizou em 1954 a primeira Cerimonia do Chá no Brasil na residencia do Sr Toshio Takeda (Sonan Takeda) e sra Yoshie Takeda (Soho Takeda)

No Quarto Centenário da Cidade de São Paulo, em 1954, foi construído o Pavilhão Japonês no Parque Ibirapuera, após intensa campanha da comunidade nipo-brasileira. Na ocasião, a colônia japonesa doou uma réplica, feita no Japão, do Palácio Katsura, em Quioto.

O pavilhão possui um salão nobre, uma copa para preparo da cerimônia do chá e uma salão de chá. Apresenta exposição permanente de cultura japonesa, com peças a partir do século 11. Seu entorno é enfeitado com lago com carpas e jardins. ocupa área de 7.500 metros quadrados.

Pavilhao Japones
Parque do Ibirapuera
Portões 3 e 10 – Av. Pedro Álvares Cabral
Quarta-feira, sábado, domingo e feriado
das 10h às 12h e das 13h às 17h
Ingresso: R$ 6,00 – adulto | R$ 3,00 – Crianças de 5 a 12 anos, estudantes e idosos de 60 a 65 anos. Idosos acima de 65 anos, entrada gratuita.
Responsável: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social
Tel:. (11) 5081 – 7296 e 3208-1755 r 124
e-mail: pavilhao@bunkyo.org.br
 
Fonte: Livro Chado Urasenke Tankokai 50 anos Latinoamerica

O site sobre do Centro de Chado Urasenke do Brasil  http://www.chadourasenke.org.br/
está sendo atualizado e está fora do ar temporariamente.